Buscar
  • Conteúdo_EasyPro

OEE: Calculando a Eficiência dos Equipamentos



Você sabe qual a disponibilidade do seu maquinário? Quantas peças a máquina produziu e em quanto tempo? Você tem controle de quantas peças precisam ser refeitas? A programação e sequenciamento das máquinas é feita de forma manual? O baixo desempenho dos equipamentos tem efeito em toda a cadeia produtiva de uma indústria.


Começando pela produtividade e se espalhando por outras áreas, como logística e financeiro, a má performance das máquinas aumenta o desperdício de materiais, a ociosidade dos recursos humanos e os gastos com paradas emergenciais. Por isso a importância de mensurar a performance das máquinas, para garantir o desempenho do todo produtivo. Essa mensuração é realizada com o cálculo do OEE (Overall Equipment Effectiveness - Eficiência Global do Equipamento).


Respondendo 3 Perguntas com o OEE


O cálculo do OEE fornece um panorama geral da operação ao responder três perguntas:


Disponibilidade - Com que frequência os equipamentos ficam disponíveis para operar?

Vamos supor que sua indústria tenha um equipamento que funciona em 2 turnos, 6 horas por dia. O tempo total de funcionamento da máquina é de 12 horas por dia. Essa é a disponibilidade total, se a máquina trabalhar menos que isso, ela está abaixo dos 100%.


Qualidade - Quantos produtos produzidos não geraram refugos?

Esse índice indica o grau de produtos defeituosos na produção, ou seja, os refugos.

Identificar essas falhas na qualidade evitam custos em retrabalho e a insatisfação do cliente, lá na ponta do processo.


Desempenho - Qual a velocidade da produção?

Com esse indicador é possível medir quantos produtos uma máquina faz por minuto. O entendimento dessa informação mostra as perdas que ocorrem por baixa na velocidade, mau uso dos equipamentos e falta de qualificação dos funcionários.


Crescimento do OEE


Estudos da World Class mostram que as linhas de produção, em média, apresentam um índice OEE de 60%, enquanto as indústrias mais eficientes do planeta chegam a 85%. Dessa forma, podemos afirmar que é possível um crescimento de até 40% no índice das empresas medianas, uma possibilidade considerável de aumento da eficiência dos equipamentos e, por consequência, melhora da performance no setor de vendas, logística e todas as áreas envolvidas.


O Objetivo é Melhorar a Performance


Evidentemente calcular, por si só, não vai melhorar a performance do chão-de-fábrica, mas os números vão apontar onde existem falhas e atrasos.


É preciso entender o cenário para saber exatamente onde atuar em prol de melhorias. Uma empresa não consegue ter 100% dos recursos disponíveis, 100% de qualidade e 100% de aproveitamento do tempo, mas calculando seu OEE é possível melhorar em comparação com seu próprio histórico, galgando assim ganhos mais expressivos e processos otimizados.


Como a EasyPro pode Auxiliar nesse Processo


Entre as soluções que temos para facilitar a gestão de uma indústria, estão o Easy Time e o Easy Control.

O Easy Time permite a determinação correta do tempo de ciclo e análise da troca rápida de ferramentas com filmagem das atividades.

O Easy Control coleta dados diretamente dos equipamentos, através de pulsos, informando em tempo real dados de produtividade, qualidade e disponibilidade. A eficiência geral do equipamento é desvendada através de uma interface fácil, dinâmica e amigável. O software ainda permite realizar o sequenciamento de produção e o acompanhamento de manutenção preventiva, através de ciclos ou tempos, integrado com o Easy Time.


Lembre-se: a certeza da eficiência de um equipamento pode ser fator determinante para a lucratividade de um processo. Entre em contato, podemos flexibilizar este software para sua empresa.

42 visualizações0 comentário