Buscar
  • Conteúdo_EasyPro

Importância do Mapeamento de Processos para Indústrias

Atualizado: Fev 28



Em nosso artigo sobre cronoanálise, vimos que o mapeamento de processos é o primeiro passo a ser realizado pela organização que deseja aplicar a ferramenta. A partir de agora vamos explorar um pouco mais o mapeamento de processos, entender sua importância na indústria e ter um breve panorama de como fazer.

Muitas empresas não possuem ferramentas que permita o mapeamento de seus processos industriais. Isso se dá por alguns fatores que se repetem na área: os negócios não se organizam por processos, mas sim por funções; ninguém é responsável pelos processos; os gestores não conhecem processos organizacionais e acham o mapeamento de processos algo muito trabalhoso.


O que é um processo industrial?


Mapear os processos de uma empresa com certeza não pode ser considerado algo fácil. Mas seus benefícios são maiores que qualquer dificuldade. Para começarmos, é preciso entender o que é um processo industrial.

Podemos dizer, em poucas palavras, que um processo industrial consiste numa série de etapas necessárias para que o produto seja transformado. Essa transformação acontece enquanto uma sequência de tarefas e funções são realizadas, com a finalidade de gerar um resultado concreto, utilizando os recursos da organização.


Importância do Mapeamento


Dentro de uma indústria temos diversos processos envolvendo funcionários e máquinas, cada qual com sua tarefa e função. O mapeamento de processos existe para, principalmente, organizar tudo que é realizado durante a fabricação de algo. Isso vai ajudar cada funcionário a entender seu papel no processo, a finalidade de seu trabalho e como deve ser realizado.

O mapeamento também é importante para a tomada de decisões. Com ele o gestor consegue ter uma visão ampla de tudo que acontece, enxergando cada passo, podendo interferir onde existem erros e procedimentos desnecessários.

A redução de custos é outro benefício. O mapeamento faz com que a definição de pontos a serem cortados seja mais fácil. Assim como a otimização de processos, pois todos os processos passam por uma fase chamada análise crítica, onde o objetivo é otimizar os resultados.


E se não tiver processos mapeados?


O preço final do um produto está diretamente ligado ao processo produtivo. Se houve excelência durante o processo, o produto será o mais barato possível. Havendo erros e gastos desnecessários, o preço final aumenta. Definir processos é conhecer suas necessidades de produção e se tornar mais competitivo.


Passos Importantes para o Mapeamento


Os processos dentro de uma empresa podem ser muitos. Processo de criação, produtivo, processo de vendas, processos gerenciais e outros. E essa é a primeira etapa, identificar quais os principais processos da indústria. A partir disso, é escolher por qual deles começar o mapeamento.


Início e Fim


Para começar o mapeamento, é preciso encontrar o início e o fim do mesmo. O início se dá quando as entradas são inseridas. Entradas podem ser tanto algo físico quanto algo não palpável, como informações e dados, que vão se transformar em saídas. E esse é o fim do processo, quando acontecem saídas. O produto ou serviço final é uma saída, fruto de uma entrada, que passou por um processo de transformação.


Componentes


São todos os recursos utilizados durante o processo. Maquinário, pessoas, materiais, metodologias, tecnologias e qualquer item necessário para auxiliar na transformação de entradas em saídas. Tudo deve ser identificado


Documentação


Obviamente, num mapeamento de processos, se deve produzir um mapa de processos. Ele pode ser um fluxograma, texto, diagramas, mapas de relacionamento e outras formas, desde que mostre qual o ponto de partida da etapa e quais as saídas do processo.


Identificação de Falhas


Para que falhas sejam identificadas com precisão, alguns indicadores devem ser utilizados, como por exemplo os gerados pela cronoanálise. Devem ser apontadas todas as inconformidades e problemas que prejudicam a performance dos processos.


Análise Crítica


Após verificar todo o processo e seus passos, é hora de analisar a importância de suas etapas, pensar se existem formas de otimizar recursos e de chegar ao mesmo resultado de maneiras diferentes.


Monitoramento


O monitoramento deve ser constante. Após o apontamento de falhas e análise crítica, mudanças são realizadas. Essas modificações precisam ser monitoradas, para que não regridam aos antigos processos e estejam em constante melhoria.

____

De forma mais complexa em algumas empresas e mais simplificada em outras, é assim que o mapeamento de processos acontece. Aqui na EasyPro temos algumas ferramentas importantes, que podem auxiliar na otimização de processos da sua indústria. Conheça o Easy Time, o Easy Control, o Easy Quality e o Easy Check.

9 visualizações

Comercial: (51) 2160-3929 | (51) 98550-8882

Suporte Técnico: (51) 98550-8882

  • Preto
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube