Buscar
  • Conteúdo_EasyPro

Desafios da Indústria durante a Pandemia do Coronavírus





A indústria brasileira vinha de um ano de 2019 pouco atrativo, mas já demonstrava — em janeiro de 2020 — sinais claros de recuperação, apontando uma alta de 1,5% comparado ao mesmo mês do ano anterior.


Só que, então, veio a pandemia do Coronavírus e, com ela, uma série de interrogações na mente e na rotina das pessoas. Hoje em dia, muito se fala a respeito dos desafios da indústria nesse cenário tão incerto.


Se você tem essas mesmas questões ainda não respondidas, aproveite para seguir com a leitura deste post, em que vamos destacar tanto os problemas causados pela pandemia do coronavírus quanto as possíveis soluções destacadas por especialistas do mercado!


A Pandemia do Coronavírus e a Conjuntura Econômica


Engana-se quem só acha que o problema com o coronavírus, na indústria, resume-se aos cuidados de higienização e segurança dos funcionários. Além da própria produtividade das equipes, em meio a esse cenário tão arriscado, o abastecimento de produtos é outro ponto alarmante verificado nos últimos meses. Especialmente os produtos que são fabricados no continente asiático. A cada dia, portanto, a demanda das empresas brasileiras confronta as baixas perspectivas de melhora imediata da pandemia.


A Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee) identificou que, desde o início do mês de março, o setor já tinha 70% das indústrias associadas temerosas com relação ao abastecimento de componentes essenciais para a produção de suas respectivas soluções.


A pandemia também afetou significativamente o consumo das famílias, que no primeiro trimestre caiu 2%, o pior resultado desde 2001. Com isso a capacidade de tomar crédito fica prejudicada e todas as decisões de consumo de modificam, afetando o sistema industrial de forma significativa.


Outros efeitos que podem ser observados desde março (e com riscos em curto e médio prazo) são os problemas relacionados à segurança dos funcionários.


Para o futuro, existe o temor de uma enxurrada de produtos chineses. Como o país foi o primeiro a apresentar o surto de covid-19, foi também o primeiro a se recuperar, após dois meses de combate efetivo e paralisação total das atividades. Isso pode afetar a indústria nacional, que precisa estar preparada para o embate.


Por isso o investimento em novas tecnologias surge como um diferencial, empurrando o alinhamento das empresas brasileiras à transformação digital, mais que bem-vinda na rotina produtiva.


Obviamente os mecanismos da Indústria 4.0 não são capazes de modificar a conjuntura econômica mundial, mas, de forma pontual, mais empresas estão aderindo às estruturas da indústria 4.0 por conta da pandemia do coronavírus. O home office, por exemplo, passou a ser adotado em departamentos cuja presença de funcionários não se mostrasse indispensável. Processos de gestão e produção também estão sendo otimizados, suprindo eventuais carências de pessoal e deslocamento.


O Papel da Indústria Brasileira na Recuperação Econômica


Com a pandemia do coronavírus, alguns especialistas estão recorrendo à importância da indústria para refletir a respeito de dois assuntos: a recuperação econômica do país e o crescimento do próprio setor.


Para isso, já falamos brevemente desse ponto em comum entre ambos assuntos no final do tópico anterior: novas tecnologias. Não basta insistir nos mesmos processos, métodos e tecnologias se o mundo está aderindo à automatização de processos, ao uso de softwares que integram informações e mais uma série de outros produtos capazes de desenvolver o segmento, independentemente do estágio de propagação da pandemia do coronavírus.


São soluções, portanto, que ingressam não apenas como medidas preventivas contra a pandemia do coronavírus, mas para suprir desafios da indústria que já vinham acontecendo antes da crise global de saúde.


Menos apontamentos manuais, mais uso equilibrado de tecnologias digitais e mão de obra qualificada e um investimento preciso em soluções que agreguem à sua rotina. Esse pode ser o caminho mais sustentável não só de imediato, mas para o futuro também.


E se você quiser saber mais a respeito disso e entender quais tecnologias podem ser associadas ao seu negócio, entre em contato e fale com um de nossos especialistas!

54 visualizações

Comercial: (51) 2160-3929 | (51) 98550-8882

Suporte Técnico: (51) 98550-8882

  • Preto
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube