Buscar
  • Conteúdo_EasyPro

Desafios da Indústria 4.0 no Brasil

Atualizado: Fev 28



A Primeira Revolução Industrial iniciou um processo que nunca mais parou, o aperfeiçoamento contínuo das máquinas. No final do Século XVIII foram criadas as máquinas a vapor, um marco para a história da humanidade. Na Segunda Revolução tivemos o desenvolvimento da metalurgia, siderurgia e processos químicos. A Terceira Revolução Industrial, a partir da década de 1970, trouxe a computadorização e a microeletrônica. Hoje estamos no meio da Quarta Revolução Industrial, também chamada de Indústria 4.0.


Vamos aprofundar um pouco nosso conhecimento no tema?


Explicando a Indústria 4.0


Uma Revolução Industrial não acontece de uma hora para outra. São movimentos em torno de novas tecnologias, numa escala global, que duram décadas para se solidificarem. A Indústria 4.0, apesar se ser cunhada no início da década de 2010, traz elementos anteriores, já pensados décadas atrás, mas só agora possíveis de implementação.


A Indústria 4.0 está baseada em dois conceitos: automação e tecnologia da informação. Cada vez menos as fábricas precisam da mão de obra humana, tanto na parte operacional quanto na parte estratégica, a partir da análise de dados. Isso constitui fábricas inteligentes, pois ao conectar máquinas e sistemas é possível colocar para funcionar de forma autônoma, módulos inteiros de produção.


A tecnologia industrial está cada vez mais precisa e inteligente, onde robôs executam funções cada vez mais complexas. A Quarta Revolução Industrial vai nos levar ao potencial máximo da indústria.


Tecnologias da Indústria 4.0


São diversas as tecnologias que movimentam a Indústria 4.0. Inovações que estão sendo aprimoradas e abrangendo cada vez mais empresas e pessoas ao redor do mundo. Esses são pilares que dão sustentação a evolução da Indústria 4.0:


Internet das Coisas (IoT)


Quando tudo está conectado na internet e entre si. Um exemplo prático? A geladeira inteligente que sabe quando está na hora de comprar determinado produto, o que possibilita que ela mesmo compre o produto ou envie uma notificação para o smartphone do usuário.

A IoT permite que objetos coletem dados e a partir disso criem oportunidades de melhoria.


Big Data


É a coleta, armazenamento e análise de um volume imenso de dados referentes a performance. Algoritmos são criados para fazer a leitura desses dados para apontar otimizações. Com a utilização do Big Data é possível produzir produtos de melhor performance, reduzir custos, otimizar tempo de produção e tomar decisões mais acertadas.

Com a Indústria 4.0, o número de dados é cada vez maior. Por isso se faz necessário uma gestão eficiente dessas informações.


Inteligência Artificial (IA)


A inteligência artificial permite a autonomia para a tomada de decisão da máquina. É através da análise dos dados gerados e recebidos que a IA vai aprender a reconhecer padrões, podendo assim tomar decisões independentes. Com a automatização de tarefas, o ser humano estará mais livre para papéis estratégicos.


Computação em Nuvem


Nenhuma empresa precisa mais ficar limitada por sua capacidade de servidor. A computação em nuvem consiste no armazenamento em servidores compartilhados, podendo ser acessados remotamente de qualquer local, em qualquer horário. A computação em nuvem agrega eficiência, rapidez e menor custo.


Desafios da Indústria 4.0 no Brasil


Pesquisa realizada pela FIESP, em 2018, aponta que 32% dos industriários brasileiros não sabem o que é a Quarta Revolução Industrial. O estudo também apontou que apenas 5% das indústrias brasileiras estão “muito preparadas” para enfrentar os desafios da Indústria 4.0.


O desconhecimento de grande parte dos interessados pelo conceito não é a única razão de preocupação. O Brasil apresenta déficit de pessoal nas áreas de tecnologia e engenharia. Nossas universidades não conseguem preparar alunos em número suficiente para o mercado, nos deixando com falta de mão obra produtiva.


A recessão econômica enfrentada na maior parte da última década também é um fator determinante para que tenhamos um atraso tecnológico. Para que a infraestrutura tecnológica alcance o patamar de outros mercados, é necessário adotar algumas prioridades e retomar o crescimento econômico do país. E investir.


Toda mudança exige um nível de investimento. Os benefícios trazidos pela Indústria 4.0 são comprovados e sem a sua implementação não haverá um futuro a médio prazo.

E sua empresa, já adotou alguma medida de alinhamento com a Quarta Revolução? Aqui na EasyPro oferecemos soluções inovadoras, totalmente alinhadas com os conceitos da Indústria 4.0. Entre em contato com nossa equipe comercial.

25 visualizações

Comercial: (51) 2160-3929 | (51) 98550-8882

Suporte Técnico: (51) 98550-8882

  • Preto
  • Instagram
  • LinkedIn
  • YouTube